Com CBTC implantado, novos trens da frota P do Metrô de SP vão operar na linha 5- Lilás a partir da próxima segunda-feira 22/05

Governador Alckmin entregou o novo sistema nesse sábado (20). Trens novos vão operar segunda-feira.

Polícia prende, de novo, maníaco sexual do Metrô

O homem já havia sido preso em 2010 por abusar de mulheres em hotéis na região central.

Que som é esse? Entenda a nova trilha da Linha Amarela de SP

Para quem pega o metrô todo dia, os avisos sonoros a cada estação fazem parte da rotina. E mudanças nela – especialmente em uma cidade estressante como São Paulo – podem não ser bem recebidas.

Atraso deixa projeto do metrô no ABC mais caro

Previsto para estar em funcionamento em 2014, o projeto da linha 18-Bronze do Metrô, que deve ligar o ABC à capital por meio de sistema monotrilho, já apresenta custo acima do que foi estimado inicialmente.

Hístorias

Memórias do Metrô.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Linha 15- Prata e 4- Amarela terão operação diferenciada neste domingo 28/05



Neste domingo (28), o Metrô terá operação diferenciada nas linhas 15-Prata do Monotrilho (Oratório-Vila Prudente) e 4-Amarela (Butantã-Luz), que é operada pela concessionária ViaQuatro.

Na Linha 15-Prata, para continuidade dos testes do novo sistema de controle dos trens, as estações Vila Prudente e Oratório permanecerão fechadas para o público das 4h40 até às 16 horas. Nesse período, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularão no trecho entre as duas estações.

Linha 4-Amarela

Para informar os usuários sobre a alteração no horário de funcionamento da Linha 15-Prata serão emitidas mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens, colocados cartazes nas estações da linha envolvida e publicados informativos nas redes sociais. 
Linha 4-Amarela

Na Linha 4-Amarela, para a execução de obras na futura estação Oscar Freire, a circulação dos trens no trecho entre as estações Paulista e Fradique Coutinho, em ambos os sentidos, ficará interrompida durante toda a operação do domingo. Para atender os usuários neste trecho, também haverá ônibus gratuitos do sistema PAESE. Portanto, ao desembarcar na estação Paulista ou na estação Fradique Coutinho, o usuário receberá uma senha para prosseguir viagem de ônibus até a estação seguinte.

Já entre as estações Fradique Coutinho e Butantã e Paulista e Luz, demais trechos da Linha 4-Amarela, a circulação das composições ocorrerá normalmente. Dessa maneira, os usuários da Linha 4-Amarela poderão realizar as transferências gratuitas para as demais linhas metroviárias normalmente nas estações Consolação (Linha 2-Verde), República (Linha 3-Vermelha) e Luz (Linha 1-Azul).

Em caso de dúvidas, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), que atende diariamente, das 5h30 às 23h30, e a Central de Atendimento da Via Quatro (0800 770 7100), que atende de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22 horas, e aos sábados e domingos, das 8h às 18 horas.

As informações são da Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Plano de “privatização” do Bilhete Único avança em São Paulo


Termo, publicado hoje no Diário Oficial, prevê a formação de um grupo de trabalho que terá como parceiros o Metrô, a CPTM e a SPTrans.

São Paulo já sinaliza a investidores de forma mais concreta que pretende “privatizar” o Bilhete Único. Nesta quarta-feira, 24, a Prefeitura e o governo do Estado oficializaram uma parceria para elaborar o projeto de concessão do sistema de bilhetagem eletrônica das redes estadual e municipal de transportes.

O termo, publicado no Diário Oficial, prevê a formação de um grupo de trabalho que terá como parceiros o Metrô, a CPTM e a SPTrans.

A concessão deve ser assinada no início de 2018, disse o secretário municipal de desestatizações de São Paulo, Wilson Poit, a EXAME.com. “Pretendemos iniciar no último trimestre deste ano o PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) para saber o que o mercado acha.”

Poit, que esteve em Nova York junto ao prefeito de São Paulo, João Doria, na semana passada, afirmou que há empresas da Europa e do Japão que já demonstram interesse.  “São Paulo tem um potencial enorme para essas empresas. São 15 milhões de bilhetes únicos”. A bilhetagem nesse modelo, frisa o secretário, existe em cidades como Hong Kong e Paris, e já está sendo implantada em Bogotá.

A ideia é que o grupo de trabalho comece fazendo uma pesquisa justamente sobre experiências semelhantes em outras cidades do Brasil e do mundo, e verifique a viabilidade econômica e financeira do projeto. Além disso, Poit espera que estado e município alinhem suas expectativas sobre o modelo jurídico a ser seguido. Segundo a Prefeitura, a concessão “não mudará a forma de utilização dos bilhetes pelos usuários de trens, metrô e dos ônibus”. Os subsídios direcionados a algumas categorias, como estudantes e idosos, também continuam.

“É uma forma de sinalizar ao mercado que vamos trabalhar juntos”, esclarece a subsecretária de Parcerias e Inovação do governo do estado, Karla Bertocco. Segundo ela, o convênio serve também para estabelecer deveres e responsabilidades.  “Nenhuma empresa privada vai fazer parceria só com o estado ou só com a Prefeitura”, diz ela. “O sistema de bilhetagem é conjunto”.

Hoje, a gestão do sistema do Bilhete Único em São Paulo custa cerca de R$ 250 milhões ao ano para os cofres da Prefeitura. “Esse valor pode ser economizado sem impactos na arrecadação”, explica Poit.

O secretário diz que a empresa responsável pela gestão do sistema de bilhetagem pagaria ao governo um valor pela outorga – que significa a transferência de um serviço da pessoa política para a administrativa – além de pagamentos mensais, “que podem ser uma porcentagem do valor agregado ao serviço”.

Os bilhetes atualmente servem só para pagar passagens, mas poderiam servir para dezenas de outras coisas na visão de Poit. “Uma empresa financeira, por exemplo, poderia adicionar as funções de um cartão de débito no Bilhete Único ou para pagar refeições”. O secretário vislumbra até a conversão dos cartões em aplicativos de smartphones.

As informações são da Exame.com


sábado, 20 de maio de 2017

Com CBTC implantado, novos trens da frota P do Metrô de SP vão operar na linha 5- Lilás a partir da próxima segunda-feira 22/05



Governador Alckmin entregou o novo sistema nesse sábado (20). Trens novos vão operar segunda-feira.

Na manhã de hoje (20), o Governador Geraldo Alckmin realizou uma viagem teste entre as estações Adolfo Pinheiro e Brooklin, na extensão da Linha 5-Lilas, extrema zona sul de São Paulo. Após os testes, o Governador anunciou a entrega do sistema CBTC, moderno sistema de sinalização e controle de trens, que possibilita a diminuição dos intervalos com maior velocidade operacional e menor consumo de energia.

Segundo o Governo do Estado, os novos trens da frota P irão circular na Linha 5-Lilas, entre as estações Capão Redondo e Adolfo Pinheiro, à partir das 4h40 dessa segunda-feira (22), já com o novo sistema operacional (CBTC) implantado.

Os novos trens da frota P contam com sistema duplo de ar-condicionado, portas mais largas, corredor de passagem entre os carros, câmeras de segurança e monitoramento, sistema de freios antideslizantes e antiderrapantes (ABS), o que não precisará reduzir velocidade em dias de chuvas, além de nova iluminação.

As informações são de Anderson Dantas (reportér Mobilidade Sampa)

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Polícia prende, de novo, maníaco sexual do Metrô

O homem já havia sido preso em 2010 por abusar de mulheres em hotéis na região central

A Polícia Civil prendeu o maníaco sexual do Metrô Ricardo Dagort da Silva, de 36 anos na manhã desta quinta-feira, 18. O homem já havia sido preso em 2010 pelo crime, mas respondia em liberdade até agora.

Silva abordava mulheres nas estações Anhanbagaú e Sé do Metrô e dizia ser executivo de uma multinacional espanhola. Para atraí-las, dizia que estava recrutando pessoas para emprego com ótimo salário. As vítimas eram, então, levadas a hotéis da região central da cidade para, segundo dizia o criminoso, fazerem um "exame médico", e então eram violentadas.

A prisão foi feita pela 4ª Delegacia de Polícia de Repressão à Pedofilia (DHPP), depois da expedição de mandado de prisão pela 23ª Vara Criminal do Foro Central Barra Funda. Silva foi condenado a pena de prisão por seis anos, no regime inicial fechado, por infração, por três vezes, do crime de "posse sexual mediante fraude".

Histórico. Silva foi preso em 2010 depois de ser reconhecido por duas vítimas. A tática do criminoso foi comparada pela polícia à do maníaco do parque. A detenção do suspeito só foi possível porque uma das vítimas o reconheceu quando ele  tentava supostamente abordar outras mulheres no metrô.

As informações são do Jornal Estadão

​​​​​​​​​​​​CPTM e Metrô funcionam ininterruptamente durante Virada Cultural​ 2017


No próximo fim de semana, o Metrô e a CPTM terão estratégia especial de operação para atender os usuários que irão prestigiar a 13ª edição da Virada Cultural, um dos principais eventos do calendário cultural da cidade.

Na madrugada do próximo sábado (20) para o domingo (21), com exceção da Linha 15-Prata (Oratório -Vila Prudente), todas as demais linhas operadas pelo Metrô, funcionarão de maneira ininterrupta. A medida também será adotada na Linha 4-Amarela (Butantã –Luz), que é operada pela Concessionária Via Quatro. Por lá, todas as estações, com exceção de Luz e República, também ficarão abertas durante a madrugada para atender o público.

A Linha 15-Prata do monotrilho, para continuidade dos testes do novo sistema de controle dos trens, o encerramento da operação comercial do sábado, como de hábito, ocorrerá à 1 hora da manhã. Durante o período de testes no domingo (21), das 4h40 às 16 horas, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularão no trecho entre as duas estações.

Na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que vai operar das 4h de sábado até a meia-noite de domingo, todas as estações permanecerão abertas. Durante a madrugada de sábado para domingo, entre 1h e 4h, o intervalo entre os trens será de 30 minutos nas seis linhas, com todas as estações abertas para desembarque, exceto as estações que têm integração com o Metrô, que estarão abertas para embarque e desembarque dos usuários.

Já na Linha 4-Amarela, a circulação dos trens ocorrerá normalmente no trecho entre as estações Butantã e Paulista. Os passageiros poderão utilizar a estação Consolação, na Linha 2-Verde, para realizar as integrações com as demais linhas metroviárias. Vale lembrar também, que as estações República (Linha 3-Vermelha) e Luz (Linha 1-Azul) do Metrô funcionarão normalmente.

As estações República e Luz da Linha 4-Amarela permanecerão fechadas durante todo o domingo para prosseguimento das obras civis no mezanino metálico da futura estação Higienópolis-Mackenzie.

Bilhetes Antecipados

Para facilitar o acesso às estações, as empresas recomendam aos usuários a compra antecipada dos bilhetes, preferencialmente com dinheiro trocado, ou o recarregamento do Bilhete Único. No Metrô, a venda de bilhetes nas bilheteiras e carregamento de créditos nos bilhetes eletrônicos em máquinas de autoatendimento poderão ser feitos normalmente nos horários de funcionamento de todas as estações.

Segurança

O Metrô e a CPTM também vão trabalhar de forma conjunta para garantir a segurança no interior do sistema. As duas empresas terão reforço no quadro de agentes que ficarão distribuídos de forma estratégica ao longo das linhas, principalmente nas estações próximas às apresentações, e os centros de Controle de Segurança farão monitoramento contínuo da movimentação do público.

Acesso de ciclistas ao sistema metroviário

Para os ciclistas que quiserem usar o sistema metroferroviário em seus deslocamentos, o acesso poderá ser feito a partir das 14h do sábado até a meia-noite de domingo, sempre considerando o limite de quatro bikes por trem e o embarque no último vagão.
Para quem vai conferir as atrações programadas para o Sambódromo, a opção é utilizar a Linha 1-Azul do Metrô, até a estação Portuguesa/Tiete, e seguir viagem em linha de ônibus da SPTrans (tarifada) que partirá do local durante toda a madrugada.
Atendimento ao usuário:

CPTM – SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário): 0800 055 0121 funciona 24 horas. O Posto de Atendimento da Estação da Luz ficará aberto das 8h às 22h no sábado e das 6h às 17h de domingo.
Metrô – Central de Informações: 0800 770 7722 funciona diariamente das 5h30 às 23h30;
ViaQuatro – Central de Atendimento da Linha 4-Amarela: 0800 770 7100 de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22h, e no sábado e domingo, das 8h às 18h,

As informação são do Atendimento à Imprensa:

STM – Secretaria dos Transportes Metropolitanos

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Estações Luz e República fechadas no domingo 21/05


Estações Luz e República da Linha 4-Amarela fecham neste domingo, dia 21


Os passageiros devem ficar atentos a mudanças na operação da Linha 4-Amarela neste domingo, dia 21. As estações Luz e República estarão fechadas para embarque e desembarque durante toda a operação comercial (4h40 à meia-noite). 

A restrição operacional ocorrerá para execução de obras na futura estação Higienópolis-Mackenzie, sob responsabilidade da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô.  
Os passageiros poderão utilizar o próprio sistema metroviário para realizar seus trajetos. Os usuários que entrarem nas estações Butantã, Pinheiros, Faria Lima e Fradique Coutinho com destino às estações República e Luz devem desembarcar em Paulista e seguir viagem usando a integração com a Linha 2-Verde do Metrô. 

Na estação Luz, os passageiros devem utilizar a integração com a Linha 1-Azul do Metrô. Quem estiver na estação República pode fazer a transferência para a Linha 3-Vermelha do Metrô para prosseguir sua viagem pelo sistema. As estações República (Linha 3-Vermelha) e Luz (Linha 1-Azul) do Metrô funcionam normalmente.  

Com a operação diferenciada deste domingo, a orientação aos usuários será reforçada em toda a Linha 4-Amarela com cartazes, mensagens sonoras e veiculação de informações nos monitores de TV das estações, plataformas e trens. A equipe de atendimento também está preparada para auxiliar os usuários nos deslocamentos, minimizar os impactos das mudanças e garantir a segurança.

Durante a Virada Cultural, na madrugada de sábado (20) para domingo (21), as estações Butantã, Pinheiros, Faria Lima, Fradique Coutinho e Paulista funcionarão sem interrupção durante toda madrugada. 

As informações são da ViaQuatro

terça-feira, 16 de maio de 2017

Falta de energia causa velocidade reduzida e restrição de acesso de passageiros no Metrô de SP

                                               Entrada da estação Tucuruvi lotada (Foto: Reprodução/TVGlobo)


Metrô de São Paulo circula com velocidade reduzida e tem restrição de acesso de passageiros às plataformas em diversas estações na manhã desta terça-feira (16).

Os problemas são consequência de um problema de falta de energia na Estação Sé, entre às 6h e as 6h26. Às 6h45, havia restrição de acesso em todas as estações da Linha 1-Azul e em parte da Linha 3-Vermelha.

Com isso, vários passageiros têm que esperar para entrar nas estações ou passar pelas catracas. Na Estação Tucuruvi, na Zona Norte, vários passageiros estavam do lado de fora, esperando autorização para entrar.

A assessoria de imprensa do Metrô afirmou que a velocidade já tinha sido normalizada às 6h45, mas o Bom Dia São Paulo constatou que os trens ainda trafegavam lentamente em estações como Tucuruvi e Portuguesa-Tietê. Às 7h10, quem tentava entrar na Estação Guilhermina-Esperança, na Linha 3- Vermelha, também enfrentava dificuldades.

Informações são do G1